quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Devaneio


         Em primeiro lugar, o que há em torno de toda essa confusão ? Como um suposto amor pôde ser tão volátil a ponto de evaporar com o primeiro sopro que a vida nos deu ?  São muitas perguntas e confesso que minha mente consegue respondê-las sem problema algum, mas meu coração se nega a acreditar em todas essas verdades que estiveram tão explícitas durante todo esse tempo.
   Olhando em seus olhos eu encontrei o que faltava em mim, pois seu coração me mostrou muitas coisas boas que vão muito além de todas as nossas divergências. Teríamos sorrisos, abraços, beijos e muitos outros motivos para brindar à vida se o seu coração cheio guiasse sua mente vazia. Vazia sim, pois preferiu alojar ideais que não nos pertenciam e também não acrescentariam em nada.  E o que somos agora ? Simples estranhos disputando atenção de amigos remanescentes ? Continuaremos nesse impasse de "quem ama menos" ou "quem vive mais" ?
   E você sabe qual é o lado mais engraçado disso tudo ?  Talvez você esteja bem melhor sem mim. Conheço sua vida, mas infelizmente não conheço o seu coração, embora eu saiba que dele vieram as palavras que mais me confortaram em toda a minha vida. Essa sua liberdade foi tão desejada que o meu amor mais parecia uma escravidão. Talvez o amor nos escravize mesmo, mas as pessoas não fazem isso, pelo menos não eu. Uma liberdade tão gritante quanto a de um rebelde sem causa. Os ventos que guiam você são os mesmos que nos guiavam, mas você preferiu voar sozinha. Trocou a "melhor parte de mim" por um simples desejo de liberdade baseado nas palavras dos abutres que te cercam.  Trocar um mundo inteiro que guardei por tanto tempo e cedi a você por uma ilusão de liberdade com certeza foi o ato mais sincero e admirável que você realizou em toda a sua vida. Sincero por você saber das consequências e admirável por você querer ocultá-las, como se fosse a guardiã de toda a força desse universo - o que é mentira - mas infelizmente não tenho forças para insistir, te mostrar que ainda sinto o seu cheiro quando fecho os olhos e mentalizo nossos momentos ou até mesmo ouço sua voz sempre que o silêncio vem.  Você quis o seu direito de voar e eu quero o meu, mas meu coração ainda está pesado por um amor que me liga a você.
  Você está leve, sem pesos, sem amores e em busca de motivos para justificar toda essa sua confusão, então consulte seus abutres e chegue à uma conclusão cabível ao invés de fazer do meu "tudo" um "nada".  O coração é o amor, o receptáculo de todas as coisas boas que guardamos... mas a mente é a proteção. Não estou falando de uma jaula que aprisiona o amor por argumentos concisos, mas onde há amor, não há duvida e seria maravilhoso se você conseguisse discernir essa ideia, mas suas conclusões são baseadas em pensamentos alheios.
         Um coração cheio protegido por uma mente forte capacita e mantém um amor por toda a eternidade. Um desses dois aspectos citados não existe em você e já é o bastante para desmerecer tudo o que sinto, então talvez esteja tudo em seu lugar e eu terei que alcançar outros horizontes.

domingo, 25 de maio de 2014

Aqui

     E o que faz de ti um alguém feliz agora ? Será a minha ausência ? A falta de porquês em seus delírios ou simplesmente o sopro da liberdade ? Talvez as coisas tenham se passado tão rápido quanto no primeiro olhar que trocamos. O primeiro beijo e o último, o "te quero" e o "me quero só pra mim", embora seu corpo abrigue o que é meu, o que preciso para continuar vivendo. Se ter por si pode até ser fácil, mas eu sei das horas que perde pensando em como as coisas teriam sido diferentes se nossas atitudes caminhassem de mãos dadas. Sei o tremor que provoco ao falar com você, conheço também a raiva que sente quando citam meu nome, já que a reciprocidade nos acompanha até nisso. Olhar outros rostos, sentir outros lábios, outros corpos... nada alivia a falta que você me faz. Mesmo sendo clichê, a distância será o ponto final para nós ou apenas uma vírgula, pois nem se as galáxias me fossem acessíveis eu conseguiria fugir de tal sentimento. E isso é tudo o que nos resta: viver um em cada canto do hemisfério com os corações na Linha do Equador. Sem beijos, abraços ou amassos... apenas atormentados pela dor do "E se...";
"E se eu tivesse corrido atrás ?
E se eu pensasse melhor nas circunstâncias ?
E se você realmente é a chave para toda a minha felicidade ?
E se eu errei tanto que cansei de tentar acertar e apenas segui meus instintos ? "
  Há todo um porquê nas coisas, até um leigo no amor notaria isso.
  Talvez aqui o meu amor por ti hiberne, talvez de lá o meu coração te observe. Talvez eu saiba mentir, talvez não. Feche os ouvidos para o mundo por três segundos e só apareça se o seu coração gritar por mim.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Unbreakable



  Um fim prescrito, uma saga a menos para se viver, menos lições para aprender. Mudar ou retomar o espaço ? É difícil olhar pra trás e ver um ser que você foi totalmente diferente do que é agora. Troque uns por outros, mas nunca a si mesmo por alguém. O caminho percorrido, o tempo empenhado e a força aplicada em dificuldades das quais qualquer pessoa sã não chegaria na metade servirão um dia, de algum jeito e para alguma coisa. O dia chega, quer você esteja preparado, quer não. Que venham mais dias como esse, esteja preparado, seja forte e não se faça de fraco para fortalecer alguém, pois um dia sua falsa fraqueza enfraquecerá sua força, que de tão oculta já não tem eficácia. Você não conhecerá sua força até que precise dela, então faça o que for, mas não desista de si.